http://kid-bentinho.blogspot.com.br/

Fotos de uma 2ª Guerra Mundial quase desconhecida

Existem milhares de fotografias sobre a Segunda Guerra Mundial que nos dão um retrato bastante fiel do horrendo conflito. Logicamente, a participação das potências militares e econômicas envolvidas na conflagração é sempre a mais destacada, entretanto, centenas de povos espalhados pelo mundo foram arrastados para o turbilhão da guerra. Nessa postagem, tentaremos resgatar a memória desses “coadjuvantes”, cujo papel na Segunda Guerra Mundial é por vezes esquecido nas sombras da história.

E se os nazistas tivessem vencido a II Guerra Mundial?

E se Hitler e os nazistas tivessem vencido a Segunda Guerra Mundial? Essa talvez seja a pergunta mais recorrente quando se trata de especular sobre os caminhos alternativos da história.

Muitos romancistas e historiadores tem escrito sobre a realidade de um mundo onde a Alemanha saiu vitoriosa da Segunda Guerra e de como tal vitória teria sido possível. Nesta postagem vamos conhecer alguns cenários ficcionais nos quais os nazistas vencem e se tornam os senhores absolutos da  humanidade. Depois, em outra matéria, faremos uma especulação histórica sobre as possibilidades reais de uma vitória nazista na Segunda Guerra Mundial.

As mais estranhas curiosidades sobre Leonardo da Vinci

Leonardo da Vinci - pouquíssimas  personagens históricas são tão conhecidas como esse gênio italiano, nascido em 15 de abril de 1452 e cujos campos de interesse abarcaram praticamente todas as esferas da ciência e da arte. Nestas fascinantes curiosidades sobre Leonardo  da Vinci, aprenderemos muito sobre a vida, a obra, a fama e infâmia do grande mestre italiano.

Brasil na II Guerra Mundial: Os Soldados da Borracha

Soldados da Borracha é como ficaram conhecidos os cerca de sessenta mil brasileiros, a maioria deles oriunda do nordeste, que durante a Segunda Guerra Mundial foram recrutados e levados para a região amazônica para trabalhar nos seringais.  A borracha era enviada aos Estados Unidos para ser usada no esforço de guerra contra as forças do Eixo.

O Brasil na II Guerra Mundial: Tempos de neutralidade

O Brasil participou ativamente da Segunda Guerra Mundial. Tal participação pode ter sido modesta se comparada a de outros países que entraram mais cedo no conflito, mas foi de suma importância para a vitória dos Aliados.

O Brasil ajudou os Aliados fornecendo matérias-primas, patrulhando o Atlântico com navios da Marinha, que escoltavam os navios mercantes para protegê-los dos ataques de submarinos alemães, enviando pilotos da Força Aérea e uma Força Expedicionária para lutar na Itália ocupada pelos nazistas.

Além disso, cumprindo uma resolução aprovada na reunião dos representantes das repúblicas americanas realizada no Rio em 1942, o governo brasileiro autorizou o uso de bases aéreas e portos das regiões Norte e Nordeste pelas forças armadas dos Estados Unidos.

Essa postagem é a primeira de uma série, ricamente ilustrada por fotografias, sobre a participação do Brasil na Segunda Guerra Mundial.

A Guerra de Inverno - Finlândia versus URSS

A Guerra de Inverno foi um conflito militar entre a União Soviética e a Finlândia que começou com a invasão soviética da Finlândia em 30 de novembro de 1939 (três meses após o início da Segunda Guerra Mundial ) e terminou com o Tratado de Paz de Moscou em 13 de março de 1940. A Liga das Nações considerou o ataque ilegal e expulsou a União Soviética do quadro de membros em 14 de dezembro de 1939.

A Invasão da Polônia em 30 fotografias históricas

A invasão da Polônia pelas forças alemãs teve início na madrugada do dia 1º de setembro de 1939, quando aviões alemães bombardearam a cidade polonesa de Wielun, matando 1200  pessoas. Cinco minutos depois, o encouraçado alemão Schleswig-Holstein abriu fogo contra uma fortificação  militar na península de Westerplatte, na Cidade Livre de Danzig. Dentro de poucos dias, o Reino Unido e a França declarariam guerra à Alemanha e começariam a mobilizar os seus exércitos, bem como a preparar os civis para os dias de conflito que viriam.

O mundo antes da Segunda Guerra Mundial

Os anos que antecederam a declaração de guerra entre o Eixo e as Potências Aliadas em 1939, foram tempos tumultuosos para a humanidade. A Grande Depressão começara uma década antes, deixando milhões de pessoas desempregadas e desesperadas. O nacionalismo varria a Alemanha, que lutava contra as medidas punitivas do Tratado de Versalhes. A China e o Império do Japão estavam em guerra desde que as tropas japonesas invadiram a Manchúria em 1931. Alemães, italianos e japoneses testavam o poder da então  recém-fundada Liga das Nações com  várias invasões e ocupações dos países vizinhos e sentiram-se encorajados ao perceber que não sofreriam retaliações mais severas.

A guerra civil espanhola estourava em 1936, delineando os papéis das potências européias para a próxima Guerra Mundial; Alemanha e Itália apoiaram os rebeldes nacionalistas liderados pelo general Francisco Franco e cerca de 40.000 voluntários de outras nações viajaram para a Espanha para lutar a favor da causa legalista, que eles viam como uma guerra contra o fascismo. Nos últimos anos anteriores à Segunda Guerra Mundial, a Alemanha nazista abria caminho para o conflito - rearmando-se, assinando um tratado de não-agressão com os soviéticos, anexando a Áustria e invadindo a Tchecoslováquia.

A guerra na Europa era iminente, entretanto, nos Estados Unidos eram aprovados vários Atos de Neutralidade, num esforço de evitar o envolvimento em contendas estrangeiras, à medida em que o país saía dos anos da Grande Depressão e do Dust Bowl.

Nas fotografias abaixo você terá um panorama  de todos esses eventos, um vislumbre do mundo antes da Segunda Guerra Mundial.
 
hitler_prisão
Adolf Hitler, aos 35 anos, faz pose ao sair da prisão de Landesberg, em 20 de dezembro de 1924. Hitler tinha sido condenado por traição por seu papel em um fracassado golpe em 1923, que ficou conhecido como o Putsch da Cervejaria. Esta fotografia foi tirada pouco depois de Hitler ter acabado de ditar "Mein Kampf" ao deputado Rudolf Hess. Oito anos mais tarde, em 1933, Hitler seria empossado como chanceler da Alemanha.
 
guerra_sino_japonesa
Um soldado japonês patrulha parte da Grande Muralha da China, capturada em 1937 durante a Segunda Guerra Sino-Japonesa. O Império do Japão e a República da China estavam em guerra intermitentemente desde 1931, tendo o conflito se intensificado a partir de 1937.
 
avião_japones
Aviões japoneses bombardeiam alvos na China, fotografia tirada em 1937.

japoneses_xangai

Soldados japoneses lutam nas ruas de Xangai, na China, em  1937. A batalha de Xangai durou de agosto a novembro de 1937, envolvendo cerca de um milhão de soldados. No final, Xangai caiu para os japoneses, depois de mais de 150.000 vítimas combinadas de ambos os lados.
 
japoneses_pequim
Uma das primeiras imagens da ocupação japonesa de Pequim, na China, em 13 de agosto de 1937. Sob a bandeira do sol nascente, as tropas japonesas são vistas passando da Cidade Chinesa para a Cidade Tártara através de Chen-men, o principal portão para os palácios da Cidade Proibida (Quando os britânicos chegaram pela primeira vez em Pequim, durante a dinastia Qing, registraram as quatro partes da cidade como: Cidade Chinesa (cidade exterior), Cidade Tártara (cidade interior), Cidade Imperial e Cidade Proibida). Apenas a poucos passos de distância ficava a Embaixada Americana, onde os residentes americanos de Pequim se refugiaram quando as hostilidades sino-japonesas atingiram o seu pior momento.
 
generais_chineses
O general chinês Chiang Kai-shek, à direita, chefe do governo de Nanquim sediado em Cantão, com o general Lung Yun, senhor da guerra chinês e presidente do governo provincial de Yunan, fotografia tirada em Nanquim, em 27 de junho de 1936.
 
sacerdotes_budistas
Monges budistas do Grande Templo de Asakusa usam máscaras de gás durante um treinamento contra possíveis ataques aéreos em Tóquio. Fotografia tirada em 30 de maio de 1936.

mussolini

O líder fascista italiano Benito Mussolini, no centro com mãos nos quadris, junto a membros do Partido fascista, em Roma, Itália, 28 de outubro de 1922, após a Marcha sobre Roma. Essa marcha foi um ato de intimidação, no qual milhares de camisas negras fascistas ocuparam posições estratégicas em grande parte da Itália. Após a marcha, o rei Vítor Emanuel III pediu que Mussolini formasse um novo governo, abrindo caminho para a ditadura fascista.

itália_etiópia

Quatro soldados italianos lutam na Etiópia em 1935, durante a Segunda Guerra Ítalo-Etíope. Forças italianas enviadas por Mussolini invadiram e anexaram a Etiópia, transformando-a, juntamente com a Eritréia, em uma colônia chamada Itália da África Oriental.

mekele_etiópia

Tropas italianas hasteiam a bandeira italiana em Mekele, na Etiópia, em 1935. Os apelos do imperador Haile Selassie não foram atendidos pela Liga das Nações e a Itália recebeu passe livre para fazer o que bem entendesse na África Oriental.

Selassie_Jerusalem

O imperador etíope Haile Selassie passa por Jerusalém a caminho do exílio na Inglaterra. Jerusalém, maio de 1935.

legalistas_espanholas

Na Espanha, soldados legalistas ensinam tiro para algumas mulheres, voluntárias na defesa de Barcelona contra as tropas rebeldes fascistas do general Francisco Franco, durante a Guerra Civil Espanhola, em 2 de junho de 1937.

guerra_civil_espanhola

Três centenas de insurgentes fascistas foram mortos na explosão ocorrida em Madri, na Espanha, sob o prédio de cinco andares da Casa Blanca, em 19 de março de 1938. Combatentes legalistas cavaram um túnel de 600 metros durante um período de seis meses, para colocar a mina terrestre que causou a explosão

stuka.
Bombardeiros alemães de mergulho Stuka, integrantes da Legião Condor, voam nos céus da Espanha, em 30 de maio de 1939, durante a Guerra Civil Espanhola. O "X" preto e branco na cauda e nas asas é a Cruz de Santo André, a insígnia da Força Aérea Nacionalista de Franco. A Legião Condor era composta por voluntários do Exército e da Força Aérea da Alemanha.

guerra_civil_espanhola_1

Dezenas de famílias foram fotografadas se refugiando no subterrâneo do metrô de Madri em 9 de dezembro de 1936, enquanto a cidade era bombardeada pelos aviões rebeldes de Franco.

guerra_civil_espanhola_2

Bombardeio aéreo de Barcelona em 1938 pela Força Aérea Nacionalista de Franco. A Guerra Civil espanhola presenciou o início do uso extensivo de bombardeio aéreo de alvos civis e o desenvolvimento de novas técnicas de bombardeio de terror.

guerra_civil_espanhola_3
Depois de um ataque aéreo contra Madrid de 16 aviões rebeldes vindos de Tetuán, o Marrocos espanhol, parentes das pessoas soterradas nos escombros apelam por notícias de seus entes queridos. Fotografia de 8 de janeiro de 1937. Os rostos dessas mulheres refletem todo o horror que os não combatentes sofreram na Guerra Civil Espanhola.

roosevelt

Prometendo solenemente a nação todos os esforços possíveis para manter o país neutro, o presidente dos Estados Unidos, Franklin D. Roosevelt, é fotografado ao se dirigir à nação por rádio da Casa Branca, em Washington, em 3 de setembro de 1939. Nos anos que antecederam a Segunda Guerra Mundial, o Congresso dos Estados Unidos aprovou vários Atos de Neutralidade, comprometendo-se a permanecer (oficialmente) fora dos conflitos europeus.

riette_kahn

Riette Kahn é fotografada ao volante de uma ambulância doada pela indústria cinematográfica americana ao governo espanhol, em Los Angeles, Califórnia, em 18 de setembro de 1937. A Caravana de Hollywood para a Espanha fez uma turnê pelos Estados Unidos para arrecadar fundos para "ajudar os defensores da democracia espanhola ".

nazistas_nova_york

Dois nazistas americanos uniformizados na entrada da então recém-inaugurada sede do Partido Nazista em Nova Iorque. "NSDAP" significa Nationalsozialistische Deutsche Arbeiterpartei (Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães, normalmente abreviado para apenas "Partido Nazista”). Nova Iorque, 1 de abril de 1932.

dust_bowl
Na fotografia acima vemos um pequeno rancho em Boise City, Oklahoma, prestes a ser engolido por uma gigantesca nuvem de poeira, durante os anos do Dust Bowl, no centro dos Estados Unidos. A severa seca, técnicas agrícolas incorretas e tempestades devastadoras tornaram milhões de acres de terras férteis em deserto. Esta foto foi tomada em 15 de abril de 1935.

zeppelim
O zepelin Hindenburg flutua sobre Manhattan, em 8 de agosto de 1936. O dirigível alemão estava a caminho de Lakehurst, Nova Jersey. Em 6 de maio de 1937, um incêndio destruiu o Hindenburg no momento em que ele se preparava para pousar em Lakehurst nos Estados Unidos.

treinamento_gas
Inglaterra, 16 de março de 1938; 2.000 voluntários em Birmingham colocaram máscaras de gás e passaram por um extenso treinamento contra possíveis ataques com gás. Os três bombeiros da fotografia acima estavam totalmente equipados, de botas de borracha à máscaras, para a simulação do ataque alemão.

hitler_mussolini
Adolf Hitler, da Alemanha, e Benito Mussolini, da Itália, se cumprimentam no aeroporto de Veneza, Itália, em 14 de junho de 1934. Mussolini e seu séquito armaram um espetáculo para a chegada de Hitler, mas dos detalhes das conversas subsequentes dos dois líderes houve apenas alguns boatos.

Woolworth
Quatro nazistas cantam em frente da filial de Berlim da loja Woolworth Company durante o movimento de boicote à presença judaica na Alemanha, em março de 1933. Os hitleristas acreditavam que o fundador da Woolworth  era de origem judaica.

berlim_1932
O estande nazista em uma exposição de rádio que teve início em Berlim em 19 de agosto de 1932. O estande era todo projetado para a propaganda da indústria nazista de discos de gramofone. Em tais discos havia apenas registros fonográficos do partido nazista.

jovens_nazistas
Milhares de jovens reuniram-se para escutar as palavras de seu amado líder, o Führer Adolf Hitler, quando este discursou na convenção do Partido Nacional Socialista em Nuremberg, Alemanha, em 11 de setembro de 1935.

hitler_munique
Adolf Hitler é aclamado enquanto desfila pelas ruas de Munique, Alemanha, 9 de novembro de 1933, durante a celebração do 10° aniversário do movimento nacional-socialista alemão.

juventude_hitlerista
A Juventude Hitlerista honra um soldado desconhecido dando forma ao símbolo da suástica, em 27 de agosto de 1933, na Alemanha.

tanques_nazistas
O exército alemão demonstrou todo o seu poder para mais de um milhão de pessoas durante o festival nacional da colheita em Bückeburg, perto de Hanover, na Alemanha, em 4 de outubro de 1935. A fotografia acima mostra dezenas de tanques alinhados antes do início das festividades. Desafiando as disposições do Tratado de Versalhes, a Alemanha começou a se rearmar velozmente logo depois da chegada de Hitler  ao poder em 1933.

encontro_nazista
Milhares de alemães participaram do Grande Encontro Nacional Socialista em Berlim, Alemanha, em 9 de julho de 1932.

meninas_nazistas

Um grupo de meninas alemãs se alinha para aprender cultura musical sob os auspícios do Movimento Juvenil Nazista, em Berlim, Alemanha, em 24 de fevereiro de 1936.

hitler_nuremberg
Hitler discursa na convenção do partido nazista, em Nuremberg, na Alemanha, em 10 de setembro de 1935.

neville_chamberlain
O primeiro-ministro britânico, Sir Neville Chamberlain, em seu retorno das conversações com Hitler na Alemanha, no aeródromo de Heston, em Londres, Inglaterra, em 24 de setembro de 1938. Chamberlain trouxe com ele os termos do plano mais tarde chamado de Acordo de Munique. Um ato de apaziguamento, que permitiu à Alemanha anexar os Sudetos da Tchecoslováquia.

queima_livros

Membros da Juventude Hitlerista participam na queima de livros (Buecherverbrennung), em Salzburgo, Áustria, em 30 de abril de 1938. A queima pública de livros que eram condenados como anti-germânicos ou marxistas- judaicos, era uma atividade comum na Alemanha nazista.

kristallnacht
Nesta fotografia vemos as janelas de lojas de propriedades judaicas que foram quebradas durante uma manifestação anti-judaica coordenada em Berlim conhecida como Kristallnacht (Noite dos Cristais), em 10 de novembro de 1938. As autoridades nazistas faziam vista grossa enquanto militares e  civis destruíam vidraças com martelos e porretes, deixando as ruas cobertas de vidros estilhaçados. Noventa e um judeus foram mortos e 30 mil homens judeus foram levados para campos de concentração.

mundo_antes_da_segunda_guerra
Vista de um dos salões da fábrica de armamentos Rheinmetall, em Duesseldorf, Alemanha, 13 de agosto de 1939, onde os canhões são o produto principal. Antes do início da Segunda Guerra, a indústria bélica alemã fabricava armamentos na medida de  centenas de peças por ano. Logo esse número subiu para as dezenas de milhares. Somente em 1944, mais de 25.000 aviões de combate foram fabricados.

aunchuss
Os preparativos não paravam enquanto a recém-anexada Áustria aguardava a chegada de Adolf Hitler. Viena foi toda decorada e nomes de logradouros públicos foram alterados. Nessa fotografia vemos um trabalhador na praça da cidade de Viena carregando uma placa com o novo nome do lugar, rebatizado como "Praça Adolf Hitler".  Viena, 14 de março de 1938.

Como dizer “Feliz Natal” em 26 línguas diferentes

feliz_natal
Como desejar um feliz Natal em outras línguas? O blog Ampersand Travel pediu que pessoas de todo o mundo enviassem vídeos dizendo "Feliz Natal" em seus respectivos idiomas. Sinta-se à vontade para surpreender seus amigos e familiares este ano com o seu novo repertório de saudações natalinas em outras línguas!

Um problema matemático para os gênios de plantão

Muitos estudantes não gostam de matemática por causa das regras rígidas e complexas pertinentes ao universo dos números. Mas as equações abaixo rompem com todas as leis matemáticas conhecidas,  quem conseguir resolvê-las, será um forte candidato ao Prêmio Nobel. Aceita o desafio?

Michelangelo - 12 curiosidades sobre o grande artista italiano

O pintor, escultor e arquiteto Michelangelo Buonarroti nasceu em Caprese, Itália, em 6 de março de 1475. Durante uma carreira de mais de 70 anos, Michelangelo ganhou fama quase mítica como um dos homens mais proeminentes do Renascimento e contou com reis e papas entre seus muitos admiradores e patronos. Temperamental e brilhante, Michelangelo nos deixou várias obras-primas, incluindo a estátua de Davi, a Pietá e o teto da Capela Sistina. Neste artigo, descubra alguns fatos surpreendentes sobre o artista muitas vezes chamado de “o Divino”.