Nikola Tesla em 15 curiosidades eletrizantes

Se você não consegue imaginar a vida sem o controle remoto da TV, agradeça a Nikola Tesla. Nascido em 1856, Nikola Tesla foi um inventor, físico e engenheiro eletricista sérvio-americano.

Tesla inventou, previu ou contribuiu para o desenvolvimento de centenas de tecnologias que são vitais em nossas vidas diárias: computadores, smartphones, raios laser, raios-x, o rádio.  Além disso, a corrente alternada, a base do nosso sistema elétrico atual, deve muito do seu desenvolvimento a Nikola Tesla.

Visionário, poliglota, ambientalista, gênio e um tanto quanto estranho. Aqui estão algumas curiosidades sobre Nikola Tesla, que sozinhas já bastariam para colocá-lo nas páginas da história.

Tesla

1 - Tesla nasceu durante uma tempestade de raios

Tesla nasceu em 10 de julho de 1856, no Império Austríaco, na região da atual Croácia. Ele era o quarto de cinco filhos. Seu pai era um sacerdote da igreja ortodoxa.

O parto de Tesla aconteceu durante uma tempestade de raios bem forte. De acordo com a história contada por sua família, a parteira vendo nos relâmpagos um mau presságio, teria dito: “Essa criança será um filho das trevas”. A mãe de Tesla então retrucou: “Não, ele será um filho da luz”.


2 – Nikola Tesla tinha manias bem estranhas

Provavelmente Tesla possuía Transtorno Obsessivo Compulsivo, pois tinha muitas manias e fobias. Fazia tudo de acordo com o número 3. Por exemplo, não ficava em quartos de hotéis cujos números não fossem divisíveis por 3.

Tinha fobia a brincos de pérola e a pêssegos, além de obsessão por limpeza (não apertava a mão de ninguém). Odiava posar para retratos e era extremamente sensível à luz e ao som.


3 – Nikola Tesla era poliglota

Nicola Tesla era de origem servo-croata, o que significa que ele era fluente nesse idioma. Ele era naturalizado americano,  portanto, também dominava o inglês. Além dessas línguas, Tesla falava alemão, francês, italiano, latim, húngaro e tcheco.


4 – Ele foi um ambientalista antes disso ser moda

Apesar de o inventor ter vivido em uma época em que era raro alguém se importar com o meio ambiente, Tesla se preocupava profundamente com a velocidade com a qual estávamos (e ainda estamos) exaurindo os recursos naturais do planeta. Ele realizou pesquisas sobre novas formas de se obter energia e queria que a humanidade passasse a utilizar combustíveis renováveis e não fósseis.

Tesla

5 – Ele acreditava que as mulheres dominariam o mundo

Tesla acreditava que no futuro “a luta da mulher por igualdade vai acabar em uma nova ordem de gênero, com a mulher sendo o ser superior.” Tesla afirmava que as mulheres não se limitariam a se igualar aos homens, mas que seriam despertadas intelectualmente e ao fazê-lo, se tornariam a força dominante no mundo.


6 – Tesla declarou ter recebido mensagens de Marte

Tesla fazia algumas declarações fora do comum para a sua época. Algo que, nos dias atuais, poderia manchar a reputação de qualquer pesquisador. Em 3 de janeiro de 1901, o jornal New York Sun publicou que Tesla afirmara ter recebido sinais de rádio que ele julgava ser de Marte.

Declarações como estas criaram uma imagem para o público leigo de que Tesla era um pesquisador muito à frente dos seus contemporâneos, porém, diante dos seus pares, tais declarações minavam sua credibilidade.


7 -  Nikola tesla tinha estranhas visões

Quando jovem, Tesla era obcecado com algumas ideias envolvendo eletricidade. Por conta disso, dormia muito pouco e trabalhava demais, um hábito que lhe rendeu um colapso nervoso. Em 1881, quando se recuperava do primeiro de muitos colapsos que teria na vida, Tesla andava no parque com um amigo, quando, segundo seu relato, teve uma visão. Ali, ele começou a desenhar, na sujeira, um diagrama bruto de um motor com uso do princípio da rotação de campos magnéticos criados por duas ou mais correntes alternadas.

Na minha infância, sofria de uma estranha perturbação devido ao aparecimento de imagens, geralmente acompanhadas de fortes clarões de luz, que dificultava a visão de objetos reais e interferiam em meus pensamentos e atos.


8 – Tesla  provocou um terremoto… no aparelho digestivo de Mark Twain

Diz-se que Tesla tinha uma “máquina de terremotos” que quase derrubou o edifício onde se localizava. Mas o que ele possuía era um oscilador de alta frequência com um pistão fixado embaixo de uma plataforma que era sacudida violentamente quando ativada.

Utilizando esta tecnologia e advertido dos problemas digestivos de seu amigo, o escritor Mark Twain, Tesla o convidou certa vez ao seu laboratório, pediu a Twain que ficasse de pé na plataforma e ligou o oscilador. Ao cabo de 90 segundos, o romancista saiu correndo em direção ao banheiro.


9 – Tesla e a Torre Wardenclyffe 

torre wardenclyffe
Uma das grandes apostas e também uma das grandes derrotas da vida de Tesla foi a Torre Wardenclyffe (1901-1917), em Shoreham, Nova Iorque. O ambicioso projeto recebeu US$ 150 mil de JP Morgan (em torno de US$ 4 milhões atualmente) e consistia na construção de uma enorme torre que poderia transmitir energia elétrica e comunicações sem fios para todo o planeta Terra.

Tesla comprou o terreno, contratou operários para a construção, enterrou 16 suportes de aço na terra e começou a trabalhar no seu transmissor. O fato é que a torre nunca funcionou e assim como nunca ficou claro qual método Tesla usaria para fazer a Terra agir como um imenso condutor. JP Morgan ficou insatisfeito com os resultados do projeto e se negou a dar mais dinheiro para a continuidade do experimento.


10 - O governo americano ainda guarda documentos secretos que pertenciam a ele

Quando Tesla morreu, em 1943, um dos escritórios do governo americano recolheu todos os pertences do inventor. A maioria das coisas foi devolvida à sua família e outros itens foram doados para o Museu Tesla em Belgrado, capital da Sérvia. Curiosamente, vários documentos pessoais dele continuam nas mãos dos Estados Unidos e nunca foram divulgados.


11 – Tesla queria construir um raio da morte

Além de todas as invenções de Tesla que se tornaram realidade — como a transmissão por rádio, o motor de indução e a corrente alternada; o cientista desenvolveu um projeto detalhado para a construção do “Raio da Morte”, uma arma hipotética baseada no uso de um feixe de partículas capaz de dizimar exércitos inteiros.

Tesla batizou sua invenção com o nome de “Teleforce” e, conforme descreveu em seu projeto, o canhão dispararia feixes concentrados de partículas com energia suficiente para derrubar uma frota de 10 mil aeronaves inimigas localizadas a mais de 300 quilômetros de distância. Além disso, o disparo também faria com que pelotões inteiros caíssem mortos.


12 – Nikola Tesla e a polêmica sobra a invenção do rádio

Na década de 1890, Nikola Tesla descobriu que poderia usar suas eletricamente carregadas "bobinas de Tesla" para transmitir mensagens a longas distâncias, fazendo-as ressoar com a mesma frequência. As patentes de Tesla para este projeto foram aceitas em 1900.

Ao mesmo tempo, um jovem inventor chamado Guglielmo Marconi, estava trabalhando em seu próprio dispositivo para transmissão de sinais a longas distâncias, no entanto,  os pedidos de patente do italiano  foram repetidamente rejeitados devido à prioridade de inventores anteriores.

Incansável, Marconi fez experiências com tecnologias como o oscilador de Tesla para transmitir mensagens a longas distâncias. Tesla inicialmente não deu importância para o fato de  Marconi  estar usando seu trabalho. Ele é citado como tendo dito: “Marconi é um bom sujeito. Deixe-o continuar. Ele está usando 17 das minhas patentes.”
 
No entanto, isso mudou em 1904, quando o Escritório de Patentes dos EUA decidiu registrar a invenção de Marconi. Tesla, furioso, tentou processar o italiano, mas ele não dispunha de recursos financeiros suficientes para levar o processo adiante.

Leia também: 10 grandes ideias que foram roubadas dos seus criadores originais

Em outubro de 1943, a Suprema Corte dos Estados Unidos considerou ser falsa a reclamação de Marconi que afirmava nunca ter lido as patentes de Nikola Tesla e determinou que não havia nada no trabalho de Marconi que não tivesse sido anteriormente descoberto por Tesla. Infelizmente, Tesla havia morrido nove meses antes.

Não me importo que tenham roubado minhas ideias. O que importa é que nenhuma é realmente deles.


13 – Nikola Tesla não era um bom empresário

tesla-letterhead

Tesla não era um empresário experiente e sofreu financeiramente, apesar de suas conquistas. Ele perdeu o apoio financeiro da Morgan, que sentiu que não podia lucrar com o conceito de eletricidade sem fio da Tesla, e vendeu seus ativos para compensar as execuções hipotecárias  em Wardenclyffe.

O imóvel foi posteriormente vendido para uma empresa de processamento de filmes. Em 1917, o governo dos EUA demoliu a torre parcialmente concluída de Tesla, porque se preocupava que os espiões alemães a usassem para interceptar as comunicações durante a Primeira Guerra Mundial.


14 – Nikola Tesla e suas ideias sobre eugenia

Como qualquer homem, Tesla estava longe de ser perfeito e às vezes tinha ideias muito distorcidas sobre como o mundo deveria operar. Uma das facetas mais perturbadoras de Tesla era a sua crença em usar a eugenia para purificar a raça humana.

Na década de 1930, Tesla expressou a sua crença de que a esterilização forçada de criminosos e doentes mentais - que acontecia em alguns países europeus e em muitos estados americanos - não era o suficiente. Ele acreditava que até o ano 2100 a eugenia seria “universalmente estabelecida” como um sistema de eliminação de pessoas indesejáveis ​​da população.

O único método compatível com nossas noções de civilização e raça é impedir a reprodução de pessoas incapazes pela esterilização e a orientação consciente do instinto de acasalamento. Vários países europeus e vários estados da União Americana esterilizam o criminoso e o insano. Isso não é suficiente. A tendência de opinião entre os eugenistas é que devemos tornar o casamento mais difícil. Certamente, ninguém que não tenha condições de ser um pai desejável deve ser autorizado a produzir progênies.

O inventor pode ter sido brilhante, mas suas opiniões distorcidas sobre o futuro da população revelam que, no final, ele ainda era apenas humano.


15 – Tesla foi eleito o “maior geek de todos os tempos”

Em 2013, num campeonato estilo Copa do Mundo realizado pelo site GeekWire, Albert Einstein, Bill Gates e Isaac Newton ficaram pelo caminho. O improvável nome de Nikola Tesla bateu todos na preferência dos internautas e ele foi eleito “o maior geek de todos os tempos”.

Deixe o futuro dizer a verdade e avaliar cada um de acordo com seu trabalho e realizações. O presente é deles; o futuro, pelo qual eu realmente trabalhei, é meu.


Saiba mais sobre Nikola Tesla:

Lista da patentes de Nikola Tesla (mais de 300 e duas delas obtidas no Brasil)

A Guerra das Correntes - uma disputa entre George Westinghouse e Thomas Edison que ocorreu nas duas últimas décadas do século XIX. Os dois tornaram-se adversários devido à campanha publicitária de Edison pela utilização da corrente contínua para distribuição de eletricidade, em contraposição à corrente alternada, defendida por Westinghouse e Nikola Tesla.

Museu Nikola Tesla

Alguns vídeos bem loucos mostrando a bobina de Tesla em ação

Nikola Tesla em 15 curiosidades eletrizantes Nikola Tesla em 15 curiosidades eletrizantes Reviewed by Bento Santiago on setembro 09, 2017 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.